sábado, 14 de junho de 2008

AO CANTADOR DO SERTÃO DE ORÓS

AO CANTADOR DO SERTÃO DE ORÓS
(para Zé Vicente) *

25 anos de sonhos e cantoria.

faz tempo que bateu suas asas,

foi para o teatro e saiu do ninho.

25 anos em que a palavra é singela poesia.

25 anos de encontros e fantasia!

uma felicidade brotada

das entranhas de Suzana e Zezinho.

50 anos desfrutando a fé e a luta,

mesmo quando o canto só foi de lamento,

mesmo quando precisou seguir sozinho.

50 anos saboreando a vida,

mesmo quando o canto só foi de alegria.

e se o Brasil inteiro cantou e dançou,

é porque sua humildade e simpatia

a todos(as) contagiou e contagia!

simplicidade feita de mistérios,

acordes que expressam a cotidiana utopia.

sorriso que nos leva a dançar o baião...

é poesia profética germinando

por causa do Reino, do Povo e do Chão!

para serenar o coração:

mas, não há mais o que dizer...

as palavras se completam

com o som do seu violão...

tudo vem do amor,

o que há de fazer?

e se estas lhe fazem chorar ou sorrir,

é porque, com certeza,

nos encontraremos por aí...

a você, cantador do sertão de Orós:

um abraço apertado, um cheiro arretado...

deste poeta menor e de todos(as) nós!


Emerson Sbardelotti Tavares

Membro do grupo de assessores da PJ da Arquidiocese de Vitória do Espírito Santo
Autor de O MISTÉRIO E O SOPRO - ROTEIROS PARA ACAMPAMENTOS JUVENIS E REUNIÕES DE GRUPOS DE JOVENS. Brasília: CPP, 2005.

Autor de UTOPIA POÉTICA. São Leopoldo: CEBI, 2007.


* Autor da Foto do Zé Vicente: Warllem Soares

2 comentários:

Warllem disse...

Prazado Emerson, admiro muito seu jeito simples e profundo de ser. Suas poesias, nos mostra a riqueza deste Poeta Maior, Zé Vicente, e ao mesmo tempo nos apresenta esse Poeta, que se intitula como menor, mas, com certeza, apenas no carinho da expressão. Você é grande! Grande no amor e suas palavras ecoarão por muitos e muitos ouvidos atentos.
Grande abraço
de seu amigo,

Warllem Soares

Poeta Emerson disse...

obrigado meu amigo Warllem...suas fotos me inspiram a escrever cada vez mais...obrigado por sua sensibilidade fotográfica...rs...poética visualística...
façamos a nossa arte acontecer.
abraços fraternos.
emerson sbardelotti