domingo, 8 de março de 2015

O PAPEL DO/A COORDENADOR/A NO GRUPO DE JOVENS

O PAPEL DO/A COORDENADOR/A NO GRUPO DE JOVENS



Coordenar um grupo de jovens é uma arte, na medida em que exige muita sensibilidade, imensa criatividade, verdadeira emoção e ao mesmo tempo, teoria, técnica e compromisso com o cuidado humano. O principal dilema do/a coordenador/a de grupo é encontrar a medida adequada para fazer intervenções sobre os conteúdos que emergem na dinâmica grupal, mas também no emocional que surgem do contato com o grupo. O/A coordenador/a é aquele/a que sabe iniciar um trabalho com grupos de forma receptiva e aberta buscando sempre o equilíbrio entre todos os membros do grupo.
O/A coordenador/a é o/a líder que se reconhece pela qualidade e capacidade de ajudar o grupo a se entender, a se unir, a se integrar, primeiro consigo, depois com as outras equipes, com a comunidade, com a paróquia, perseverando e realizando os projetos e os objetivos que o grupo for decidindo em sua caminhada pastoral. O/a coordenador/a é aquele/a que sabe valorizar todas as pessoas que compõem o grupo, sem impor sua vontade, incentivando a comunicação, a participação, a comunhão, e sempre que for preciso, questionando.
O/A coordenador/a é aquele elemento chave dentro de um grupo de jovens. Sem um/a coordenador/a o grupo de jovens não consegue, na maioria dos casos, ir para frente. O/A coordenador/a deve ser um/a dos/as jovens do grupo, nunca um/a adulto/a ou um/a assessor/a. O/A coordenador/a tem que estar na linha de frente, exercer o protagonismo juvenil que lhe cabe, encontrando espaços para aflorar a criatividade, contribuindo de seu jeito próprio. O/A coordenador/a é escolhido/a pelos/as jovens do grupo. É um chamado de Deus para integrar, animar, motivar e coordenar. Ele/a deve ser uma pessoa simples, atenciosa, paciente, amiga, capaz de acolher, ouvir, de fácil aproximação e contato, animada, entusiasmada, apaixonada por aquilo que faz e acredita, otimista, e que transmita esperança. O/A coordenador/a é uma pessoa de fé e vida. Que tira um tempo para se comunicar com Deus pela oração, pela meditação da Palavra, pela participação nas celebrações da Palavra e Eucarísticas. É uma pessoa que está sempre se capacitando, buscando cada vez mais como se deixar evangelizar e evangelizar a juventude. É uma pessoa que está à disposição, que sabe organizar e planejar em conjunto.
O/A coordenador/a nunca faz as coisas sozinho, mas sempre, em conjunto. Ele/a dinamiza a reunião distribuindo funções a outras pessoas. De certa maneira, ele vai preparando novos coordenadores ao descentralizar o foco sobre ele.
O/A coordenador/a consciente é aquele/a que sabe dar vez a outras pessoas assumirem o cargo. Ele/a não fica triste, pelo contrário parabeniza o/a novo/a coordenador/a por aquela vitória e se põe a ajudar, mas em silêncio, discretamente, participa do grupo como membro/a, rezando para que o trabalho do/a novo/a coordenador/a seja tão bom quanto o seu.

Emerson Sbardelotti

Mestre em Teologia Sistemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Nenhum comentário: